A mãe de Hugh Jackman o abandonou quando ele tinha 8 anos, mas agora ele a perdoa e compreende

Publicidade

Sabemos que conviver em família não é fácil para alguns. Muitos não tem a sorte de ter o pai ou a mãe em seu crescimento, seja por separação, problemas ou destinos da vida.

Hugh Jackman é um ator de sucesso, também dançarino e produtor, onde trabalhou como professor de educação física antes de sua fama. Em 2015, Hugh revelou que se sentia como uma “criança com medo e indefesa” após sua mãe deixar a família, tocando o coração de todos com seu relato.

Confira a seguir um pouco da trajetória de Hugh:

 

Como tudo começou.

Hugh tinha apenas 8 anos quando sua mãe, Grace McNeil, deixou a Austrália, deixando toda sua família para trás. Em uma entrevista em 2015, ele contou um pouco mais sobre, confessando que costumava ser o primeiro da turma a voltar para a casa depois da escola pois tinha medo de chegar e estar só em casa.

Publicidade

Esse medo se transformou em raiva á medida que os anos passavam, onde ajudou a construir o personagem Wolverine, de acordo com o ator.

 

Por que sua mãe partiu.

Publicidade

O seu pai Christopher e sua mãe Grace haviam imigrado para a Austrália para iniciar sua família. Após alguns desentendimentos, as diferenças entre o casal se intensificaram, resultando no divorcio.

Se não bastasse o divorcio, Grace tinha outros problemas. Após ter 5 filhos, ela lutou contra a depressão pós-parto, e por estar em um país estrangeiro, decidiu voltar para casa, na Inglaterra, para ter mais apoio.

 

Como Hugh se sentiu.

Publicidade

Quando ela partiu, levou suas duas irmãs mais velhas, deixando Hugh e seus dois irmão com o pai. Por muitos anos, Hugh acreditava que seus pais poderiam reatar novamente e que sua mãe voltaria para casa.

Então, ele o Rúgbi (esporte coletivo de intenso contato físico) para soltar toda a sua raiva e admitiu ter muitos medos limitantes, como o medo de altura e do escuro, que o fizeram sentir-se impotente. Sua raiva foi a consequência de lidar com isso. Na verdade, ele usou esse sentimento de raiva durante as gravações para se conectar profundamente com seu personagem mutante Wolverine, um solitário com um temperamento muito ruim.

 

A superação.

Hugh conta em uma entrevista que, apesar de sua tristeza, seus medos ou sua raiva, ele sempre se sentiu amado. “O que eu nunca senti, e eu sei que pode soar estranho, é que eu nunca senti que minha mãe não me amava.” O ator admitiu que sempre foi muito ligado com a mãe, sempre com um bom relacionamento.

 

O perdão.

Sendo a ultima vez que viu sua mãe em 2012, Hugh compartilhou que escolheu perdoá-la. O ator contou em uma entrevista que não se pode passar a vida obcecado em como as coisas poderiam ter sido. Eles conversaram longamente sobre suas lutas e, aos 43 anos, ele aceitou que tinham encontrado a paz.

Entretanto, apesar de se verem entre 3 e 4 vezes por ano e terem aparecidos juntos em algumas ocasiões, foi apenas em 2021 que o ator resolveu compartilhar em seu perfil uma foto comovente com sua mãe, com o simples e claro título “Mãe”.

Publicidade
Publicidade

Deixe um comentário...

%d blogueiros gostam disto: