Arqueólogos encontram tumba colorida com mais de 4 mil anos no Egito

Publicidade

A arquitetura do Egito é, sem sombra de dúvidas, muito conhecida. No entanto, ela nunca falha em nos surpreender. Recentemente mais uma descoberta passou a chamar a atenção dos arqueólogos do mundo inteiro.

Publicidade

O Ministério de Antiguidades do Egito revelou a existência de uma tumba com mais de 4 mil anos. Contudo, o que chamou a atenção foi a sua pintura, que estava tão bem conservada que parecia ter sido recém pintada.

Arqueólogos encontram tumba colorida com mais de 4 mil anos no Egito

 

A quem pertencia a tumba encontrada o Egito?

Acredita-se que a tumba encontrada no Egito foi criada para um oficial chamado Khuwy. Estima-se que tenha sido criada durante a Quinta Dinastia.

A Quinta Dinastia do Egito foi um período marcado por inquietações religiosas, políticas e econômicas. O período dessa Dinastia é marcado entre o século 25 e 24 aC.

Arqueólogos encontram tumba colorida com mais de 4 mil anos no Egito

Publicidade

Desse modo, arqueólogos acreditam que Khuwy era um homem muito importante. Além de existirem indícios de uma possível proximidade com o faraó da Quinta Dinastia Djedkare Isesi.

O que foi encontrado em sua tumba?

A primeira característica que mostra a importância de Khuwy é a entrada de sua tumba, que foi construída por túneis. No Antigo Egito, os túneis só eram utilizados na criação das pirâmides, as tumbas dos faraós.

Publicidade

As cores encontradas na tumba também revelam uma possível importância de Khuwy, durante esse período na história do Egito.

Apesar dessas características chamativas na tumba de Khuwy, ainda não foram encontrados indícios de quem ele era, e qual era a sua relação com o faraó Djedkare Isesi.

Mesmo sem saber quem realmente foi essa pessoa, nós ainda podemos apreciar mais um monumento maravilhoso encontrado.

Publicidade

Deixe um comentário...

%d blogueiros gostam disto: