Artefato de 3.700 anos mostra geometria aplicada mil anos antes de Pitágoras

Publicidade

Sabemos que a matemática é aplicada a praticamente todos os momentos da nossa vida, seja no chão que você pisa até mesmo a comida que você cozinha.

Publicidade

Então agora imagine encontrar o mais antigo exemplo conhecido até agora de geometria!

Publicidade

A tábua de pedra, mais conhecida como Si.427, que data do período Babilônico Antigo (1900 a 1600 a.C.), era um plano usado por topógrafos para definir os limites de terra.

O artefato nos conta com detalhes e a partir da geometria como um local foi dividido depois de sua venda.

Olhando a imagem da notícia pode-se ver com mais detalhes os modelos matemáticos que cercam essa pedra.

Publicidade

A Plimpton 322

Outra tábua também foi encontrada, essa conhecida como Plimpton 322, é uma tabela trigonométrica que demonstra uma lista de triplos pitagóricos.

Os pesquisadores que trabalham fazendo todo o mapeamento e contexto histórico dessas pedras acreditam que a Plimpton 322 pode ser mais antiga que a Si.427 e ela é um manual de planejamento para fazer medições retangulares do solo.

A imagem abaixo mostra os detalhes do artefato.

O que esses artefatos contam sobre a história da humanidade?

Mesmo que a trigonometria feita nessas tábuas de pedra não seja tão moderna ou sofisticada como as de hoje, já demonstram uma compreensão muito sofisticada da matemática.

O conjunto dessas tábuas, com outras já descobertas anteriormente, nos diz respeito sobre divisão de propriedades.

Eles também nos mostram que as pessoas daquela época já estavam começando a mudar seus hábitos, tanto individuais quanto coletivos, e conquistando seus espaços, por isso profissionais com conhecimento avançado em matemática era tão importante.

Além disso, essas tábuas podem ter sido utilizadas até mesmo para esculpirem palácios e templos.

Publicidade

Deixe um comentário...

%d blogueiros gostam disto: