“Não case, cuide de mim”. Filhas pararam casamento do pai para pedir pensão alimentícia

É dever dos pais cuidar, educar, pagar pensão alimentícia e dar boas condições de vida para seus filhos até que eles atinjam a maioridade e se tornem independentes. Sabemos que até mesmo após essa mudança na idade alguns pais estarão sempre de braços abertos para ajudar seus filhos.

No entanto, sabemos que existem diferentes casos e diferentes realidades de vida e alguns pais acabam abandonando essas responsabilidades muito antes do tempo, e acabam deixando seus filhos inteiramente aos cuidados das mães. Sendo assim, muitos filhos continuam exigindo que os pais paguem pela dívida e que deem o devido suporte para seus filhos.

Esse é caso desses quatro filhos que interromperam o casamento do pai para exigir que ele pagasse a pensão alimentícia que estava devendo.

Filhas pararam casamento do pai para pedir pensão alimentícia

Adrián Chamorro estava prestes a celebrar seu casamento em Pasco, no Peru, quando foi surpreendido por sua filha mais velha, de 21 anos, acompanhada por seus três irmãos mais novos que seguravam cartazes pedindo para que o pai pagasse a pensão alimentícia.

Os filhos alegaram que não recebiam dinheiro há 2 anos, desde que sua mãe faleceu. A filha mais velha afirmou que ela foi encarregada de cuidar e sustentar os três irmãos mais novos enquanto o pai falava que não tinha dinheiro para ajuda-los.

Eu só quero que ele cuide dos meus irmãos. Ele diz que não tem dinheiro para alimentá-los, mas tem dinheiro para se casar. Durante dois anos, nenhum Sol [moeda peruana] passou por nós após a morte da minha mãe.

O pai tentou acalmar a situação, mas o descontentamento dos filhos já era muito grande. Uma das filhas chegou a pedir “Não se case, cuide de mim”. Após essa discussão os seguranças controlaram a situação e o casamento foi interrompido.

Filhas pararam casamento do pai para pedir pensão alimentícia

Publicidade

Deixe um comentário...