Fotógrafo captura raro vislumbre de tigre siberiano em seu ambiente natural

Publicidade

A fotografia é uma técnica de criar imagens por exposição luminosa em superfície fotossensível. Graças aos avanços tecnológicos, a qualidade das fotografias melhoram ainda mais, aumentando a resolução, detalhes e as cores.

Publicidade

Em 2013, Sascha Fonseca tornou sua paixão pelos animais em uma carreira. Então, o fotógrafo alemão, que mora em Dubai, é especializado em armadilhas de câmera DSLR que lhe permite ter uma visão incomparável da vida selvagem. Graças a essa armadilha, Sascha registrou um raro tigre siberiano em seu habitat natural.

Estes felinos criticamente ameaçados são os maiores do mundo, restando apenas 500 deles na natureza. Eles vivem principalmente nas florestas de bétulas do Leste da Rússia, e foi lá onde Sascha montou sua câmera, em dezembro de 2021.

“Armadilhas de câmeras me permitem capturar imagens de perto de animais selvagens secretos que eu não seria capaz de obter. Os tigres são principalmente noturnos, o que significa que eles são ativos principalmente a noite. Você pode passar meses ou até anos vigiados e não capturar ma única imagem, mas armadilhas de câmeras podem.”, disse Sascha.

Montar uma armadilha para câmeras não é tão fácil como podemos imaginar. “Isto é mais do que amarrar uma câmera de trilha a uma árvore. É basicamente como montar um estúdio na natureza.”, explica Sascha.

Graças a sua experiência, o fotógrafo foi capaz de obter imagens de um tigre macho. Como um presente especial pelas fotos do belo tigre, os pesquisadores permitiram que Sascha o nomeasse. Ele determinou o nome Leo por causa de um padrão L distinto em sua maça do rosto e para homenagear o ator russo Leo Tolstoy. “É uma honra especial nomear esse animal, me conectando a ele em um nível pessoal.”

Através de seu trabalho, Sascha espera que as pessoas entendam as lutas que o tigre siberiano está enfrentando. “Apenas 3-4% da área da faixa de um tigre são protegidas por reservas de vida selvagem e parques nacionais. Além disso, eles são caçados por suas peles e por partes do corpo que são usadas em medicamentos chineses tradicionais. O tigre siberiano e seu ecossistema precisa urgente de poio e proteçao para garantir sua sobrevivência.”

Confira a seguir alguns momentos capturados por Sascha:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicidade

Deixe um comentário...

%d blogueiros gostam disto: