Gigantes que viviam entre os humanos, mas que foram extintos

Publicidade

Parece ficção, mas sim, criaturas gigantes que viviam entre humanos eram reais, mas já foram extintas. Animais que alcançavam um tamanho inimaginável a ponto de receber uma nomenclatura, a “megafauna”.

É difícil imaginar que animais de porte gigante, além dos dinossauros, é claro, habitaram o nosso planeta. Ainda mais ao pensar nessa existência junto a seres humanos.

Entretanto, ao contrário do que se pensa, estes animais não foram imediatamente extintos com o contato com os humanos. Há indícios que de certa forma, o frio da Era do Gelo os protegia.

Foram cerca de mil anos de convivência e só depois da temperatura aumentar que estas criaturas sofreram o processo de extinção em apenas 100 anos.

Desse modo, o que nos resta são fosseis e registros da magnitude dessas espécies. Vamos as lista de animais gigantes que viviam entre humanos em tempos remotos.

 

1 – Mamute

gigantes-que-viviam-entre-humanos

É provável que seja o animal mais popular dentro desta categoria, os grandes mamíferos que parecem elefantes gigantes com grandes presas e pelos por todo o corpo.

Indícios arqueológicos mostram que seres humanos tiveram contato com estes animais no continente americano, muito antes do esperado.

As provas são ferramentas ancestrais junto aos ossos destes grandes seres, em conclusão, indica uma grande proximidade.

 

2 – Toxodon

gigantes-que-viviam-entre-humanos

Consideram que este grande animal era o hipopótamo da américa do sul. O Toxodon era um mamífero que alcançava até 1300 kg e 3 metros de comprimento.

Habitava as regiões da américa do sul, como a Argentina, Uruguai, Paraguai, Bolívia e até mesmo o Brasil. Seus dentes indicam que era um animal de pasto.

Por ser um grande animal era um alvo para caça dos indígenas que habitavam esta área. Como resultado, este mamífero não está entre nós nos dias de hoje.

 

3 – Teratornis

gigantes-que-viviam-entre-humanos

Pássaros que atingiam até 75 centímetros, com uma envergadura de até 3,8 metros e peso de 15kg. Habitavam a américa do sul e norte. Se comparam com condores, mas são de outra família quanto a espécie.

Sua extinção foi por falta de alimentos devido a era do gelo e sua dieta limitada a animais de pequeno porte e carniça. Eram excelentes caçadores, mas perdiam para outras aves de menor espécie. Esse fator, unido às ações humanas, levaram ao fim da espécie.

 

4 – Elasmotherium

Do mesmo modo, se assemelha a um rinoceronte, mas que habitava a região da Sibéria. Este animal atingia 2 metros de altura e 6 metros de comprimento e tinha um grande chifre de dois metros de altura na sua cabeça.

Além disso, há indícios de que este animal foi o responsável pela lenda dos unicórnios.

 

5 – Tigre-dentes-de-sabre

Grandes tigres com grandes presas, animais ameaçadores que habitaram até mesmo todo o território do Brasil. Atingiam cerca de 2,5 metros de comprimento, altura de 1,5 metros, além do peso de 350 kg.

 

6 – Preguiça-gigante

Uma mistura entre os tatus e preguiças, que alcançavam a altura de 4 metros e comprimento de 6 metros. Além disso alcançavam até 4 mil quilos de peso.

 

7 – Xenorinotério

Por fim, este é um animal misterioso por não ter semelhanças com nenhuma família de espécies de animais na atualidade. Grandes mamíferos com 2,5 metros de altura e comprimento e com até 800 quilos. Eles habitavam terras brasileiras, em especial a Bahia e Minas Gerais.

 

E estes foram 7 animais gigantes que existiram ao mesmo tempo que os nossos ancestrais humanos.

Share

Me chamo Bruno Vieira e sou apaixonado pelos mistérios da natureza e do mundo!

Deixe um comentário...