Homem explora zona restrita de Chernobyl e encontra senhora de 92 anos e seu filho morando lá

Publicidade

No dia 26 de abril de 1986, acontecia um dos maiores desastres químicos da história: o acidente que ocorreu na Usina Nuclear de Chernobyl, na Ucrânia. A explosão do reator 4 de Chernobyl foi responsável por liberar quantidades preocupantes de material radioativo na atmosfera, se tornando um dos lugares mais perigosos do planeta. A radiação se instalou na cidade, envenenando o solo e todas as outras coisas presentes lá.

Publicidade

Benjamin Rich é um youtuber que decidiu visitar a verdadeira Zona de Exclusão de Chernobyl. Para quem não sabe, essa é a zona com raio de 30 quilômetros declarada ao redor da Usina de Chernobyl, considerada perigosa demais para estar por perto.

Publicidade

Hoje, a zona ainda é um lugar perigoso, mas os níveis de radiação diminuíram o suficiente para que seja seguro para as pessoas visitarem, claro, por pouco tempo. Grande parte das paisagens eram um deserto natural com casas abandonadas ou túmulos.

Publicidade

Publicidade

Para sua surpresa, Benjamin encontrou Igor, um morador da zona que aparentemente passou sua vida toda lá. Igor o convidou para entrar para conhecer sua casa e conhecer sua mãe, de 92 anos.

Publicidade

As autoridades tentaram retirá-los da zona, mas com o tempo eles acabaram aceitando e deixando os dois morando lá, oferecendo serviços de apoio limitados.

Publicidade

Em uma conversa, Igor explicou que os funcionários do governo costumavam ir até lá e medir os níveis de radiação para determinar se eles eram elegíveis para um pagamento extra devido ao ambiente perigoso. Eles pararam de receber esses benefícios um tempo depois que a radiação diminuiu.

Publicidade

Embora haja alguns habitantes, grande parte do território e suas estruturas estão completamente abandonados.

Confira, abaixo, o vídeo em inglês.

 

Publicidade

Deixe um comentário...

%d blogueiros gostam disto: