Mergulhadores amadores descobriram tesouro de 1.500 anos

Publicidade

Mergulhadores amadores descobriram um tesouro de 1,5 mil anos escondido pelos romanos por conta de ameaças por parte de bárbaros.

No total, o tesouro conta com 53 moedas de ouro dos séculos IV e V que estavam no mar espanhol. O destino dessas peças é a restauração e a exposição em um museu local.

 

Como os mergulhadores amadores descobriram o tesouro

Luis Lens e César Gimeno são cunhados. Os dois e o restante da família costumam passar suas férias em Xàbia, um ponto turístico localizado na Espanha.

A atividade principal que os dois costumam fazer é o mergulho com snorkel. Com isso, além de admirar a paisagem debaixo d’água, eles costumam limpar o lixo que encontram por aí.

Em um fatídico dia eles perceberam um brilho no fundo do mar. Eram cerca de 7 metros de profundidade. Ao prestar uma maior atenção, Lens descreveu os objetos como moedas com medidas acima da média de euro (10 centímetros).

Primeiramente, antes de voltar à superfície, eles decidiram resgatar os objetos misteriosos que estavam presos em uma fenda. Ao subir, viram que as moedas tinham a imagem de um rosto romano ou grego.

Eles fizeram algumas viagens até resgatar todas as 53 moedas de ouro. Acreditavam que eram joias perdidas. Em contrapartida, eram moedas de ouro de épocas antigas que, de forma específica, condizem com o fim do império romano.

Mergulhadores amadores descobriram tesouro

O que fazer com o tesouro?

Por fim, era o momento de decidir o que fazer com a descoberta. Com unanimidade, a família decidiu entrar em contato com a prefeitura local.

Desse modo, pegaram as moedas, colocaram em um pote de vidro. Em seguida colocaram um pouco da água salgada e seguiram caminho para entregar o achado.

Logo em seguida, tiveram que retornar ao local do mergulho mais três vezes acompanhados de uma equipe de arqueólogos.

Além das moedas, partes feitas de chumbo estavam próximas ao local. Em conclusão eram partes de um antigo cofre. Lens brinca que sempre foi o sonho de toda criança encontrar um tesouro.

Pesquisadores ficaram impressionados com o ponto em que o tesouro estava escondido, do mesmo modo, o mistério continua quando o assunto é o estado de conservação.

Dentre as moedas, encontraram moedas estampadas com os rostos de diferentes imperadores romanos. Como não há destroços de navios próximos ao local, a aposta é que era um esconderijo.

Como resultado às invasões bárbaras, é provável que este era um local para esconderem seus tesouros pessoais sem deixar rastros.

Share

Me chamo Bruno Vieira e sou apaixonado pelos mistérios da natureza e do mundo!

Deixe um comentário...