O enigmático poço sem fundo do qual ninguém conseguiu descobrir sua origem

Publicidade

Mesmo que vivamos em uma era com diversos avanços tecnológicos, tem sido impossível explicar o surgimento de numerosos lugares misteriosos pelo planeta.

Publicidade

Na França, em uma pequena vila na região da Borgonha, foi descoberto um poço sem fundo onde afirmam ter aparecido desde os tempos romanos, apesar das pesquisas que ninguém conseguiu determinar a origem dele.

Sua forma tem a aparência de uma nascente onde a água flui constantemente sem sabermos de onde vem, causando muita curiosidade para especialistas, moradores e turistas.

O poço ficou conhecido como “De Dionne”, traduzido em “Poço Divino”. Naquela época, os Celtas o consideravam uma fonte sagrada. Então, os Romanos o transformaram em um suprimento de água potável, e os Franceses a usaram como uma piscina pública durante um tempo.

De acordo com as informações, o poço expulsa 311 litros por segundo, embora dependa da estação, durante as chuvas pode chegar a 3.000 litros, mas ninguém foi capaz de descobrir exatamente de onde vem.

Publicidade

Inúmeras lendas surgiram ao seu redor. Uma dessas lendas era que na Idade Média eles pensaram que no fundo do poço vivia uma cobra enorme, muitos alegaram que era a porta para outro mundo. Após a Revolução Francesa, o interesse aumentou e centenas de pessoas a visitavam diariamente.

Embora não tenha sido possível explorar totalmente o poço, é muito provável que a água tenha viajado subterrânea através de cavernas de vários quilômetros de comprimento, o que não se sabe é de onde vem o fluxo.

Publicidade

Nas últimas décadas várias pessoas falharam em sua tentativa de navegar por essas águas e em 1974 dois mergulhadores morreram. Em 1996 outra pessoa perdeu a vida em sua expedição.

Há dois anos, o mergulhador Pierre-Éric Deseigne explorou 370 metros de cavernas inundadas. Ele desceu cerca de 70 metros, embora tenha sobrevivido, não conseguiu encontrar a fonte da nascente.

 

Publicidade

Deixe um comentário...

%d blogueiros gostam disto: