Rinoceronte-lanudo com mais de 20.000 anos é encontrado na Sibéria

Publicidade

Um Rinoceronte-lanudo foi encontrado em uma região da Sibéria. Acredita-se que o animal tenha mais de 20,000 anos e tenha vivido durante o período pleistoceno.

Publicidade

O Dr. Valery Plotnikov da Academia de Ciências fez a primeira descrição do animal, dizendo “O jovem Rinoceronte tinha entre três e quatro anos de idade e viveu separado de sua mãe quando morreu, possivelmente por afogamento”.

Carcaça do Rinoceronte-lanudo

Carcaça do Rinoceronte-lanudo

Publicidade

O que mais chamou atenção na descoberta foi a conservação do Rinoceronte-lanudo. A carcaça do animal está 80% intacta, com sua pelugem, chifres, órgãos internos e seus dentes. Devido sua pelugem estar curta o Dr. Plotnikov acredita que o animal tenha morrido durante o verão.

Essa não é a primeira vez que um Rinoceronte-lanudo foi encontrado nessa região. Em 2014, um residente dessa região encontrou o único filhote dessa espécie, Sasha tinha por volta de 7 meses de idade quando morreu. A idade de Sasha foi confirmada em 34,000 anos.

Assim como o Rinoceronte encontrado em Agosto de 2020, Sasha também tinha uma pelagem grossa e o toco de dois chifres.

Sasha Rinoceronte-lanudo

Publicidade

Em entrevista para o jornal The Siberian Times, o Dr. Plotnikov comentou sobre as semelhanças na descoberta das duas espécies. “Nós descobrimos que os Rinoceronte-lanudo eram cobertos por um pelo muito grosso. Antes nós só tínhamos essa informação pelas pinturas descobertas na França. Agora podemos concluir que os rinocerontes estavam completamente adaptados para o clima frio desde filhotes.”

Antes era comum associar a extinção dos Rinoceronte-lanudo com o chegada do homem nessas regiões. No entanto um estudo feito em Outubro de 2020 pela revista Current Biology descobriu que a extinção dessa espécie estava associada com as mudanças climáticas.

No vídeo divulgado no canal do Youtube do jornal The Siberian Times é possível ver o Rinoceronte-lanudo quando foi encontrado e quais eram as condições de sua carcaça!

Publicidade

Deixe um comentário...

%d blogueiros gostam disto: