Sonda registra surpreendente cratera de gelo em Marte

Publicidade

A Agência Espacial Europeia divulgou a foto de uma cratera cheia de gelo em Marte. A cratera Korolev recebeu esse nome em homenagem ao engenheiro ucraniano Sergei Korolev.

Sergei Korolev foi um dos engenheiros mais importantes da história. Ele foi o principal projetista de foguetes durante a corrida espacial e até os dias de hoje é considerado o pai da astronáutica soviética.

A fotografia da cratera mostra uma grossa crosta de gelo. Essa camada de gelo permanente possuí 1,8 km de profundidade e 82 km de diâmetro.

Como as fotos da cratera Korolev foram tiradas?

As imagens puderam ser reveladas graças a sonda Mars Express, lançada no dia 2 de junho de 2003. A sonda chegou em Marte no dia 25 de dezembro de 2003.

Em 2018 a ESA (Agência Espacial Europeia) divulgou a foto da Cratera Korolev como forma de comemorar o aniversário de 15 anos da sonda.

cratera cheia de gelo

Por que essa cratera está cheia de gelo?

O gelo cobre a cratera durante o ano inteiro, chegando a atingir espessuras de 1,8 km. O gelo, no entanto, surge por conta do fenômeno cold trap (ou armadilha fria em tradução literal).

O fundo da cratera, que é muito profundo, já possuí gelo. Dessa forma, quando o ar se move sobre esse depósito de gelo, ele passa a preservar o gelo já existente e ao longo do tempo criando uma nova camada até que a cratera esteja completamente cheia de gelo.

cratera cheia de gelo

Visto que o ar é um mau condutor de calor, a cratera Korolev se mantém permanentemente gelada e coberta de gelo.

Share

Amante do Universo!

Deixe um comentário...