Tartaruga gigante que se acreditava extinta há 115 anos reaparece na Ilha de Galápagos

Publicidade

Cientistas confirmaram que a tartaruga gigante encontrada em 2019 faz parte de uma espécie considerada extinta há mais de 115 anos.

A tartaruga foi encontrada na Ilha Fernandina durante uma expedição entre o Parque Nacional de Galápagos e a Galápagos Conservancy.

A tartaruga tem em torno de 100 anos, ou seja, ela nasceu após o último o que foi considerado o último exemplar de sua espécie.

“Era considerada extinta há mais de 100 anos! Reconfirmamos sua existência. A esperança está intacta”. Escreveu Gustavo Manrique, Ministro do Meio Ambiente, em uma publicação no Twitter.

A tartaruga gigante é uma fêmea da espécie Chelonoidis phantasticus.

“A Universidade de Yale revelou os resultados dos estudos genéticos e a respectiva comparação de DNA feita com um espécime extraído em 1906”.

Quais os próximos passos do repovoamento da Tartaruga gigante?

O Parque Nacional de Galápagos está preparando uma expedição para encontrar mais tartarugas.

Tartaruga gigante extinta a 115 anos reaparece na Ilha de Galápagos

Reprodução Rodrigo BUENDIA / AFP

Os pesquisadores pretendem encontrar outros animais dessa espécie. No entanto, será importante para o repovoamento dessa espécie se um macho for encontrado.

As autoridades pretendem levar a tartaruga gigante e um macho para o cativeiro do parque, para que os animais gerem um filhote.

“Um dos maiores mistérios de Galápagos foi a tartaruga gigante da Ilha Fernandina. A redescoberta dessa espécie perdida pode ter acontecido bem a tempo de salvá-la. Agora precisamos urgentemente completar a busca para encontrar outras tartarugas ” comentou o Dr. James Gibbs, Vice-Presidente de Ciência e Conservação da Galapagos Conservancy.

Apesar de não termos mais notícias sobre a descoberta de outras espécies dessa tartaruga é importante ver como as autoridades do Equador estão dispostas em salvar essa espécie da extinção!

 

Share

Amante do Universo!

Deixe um comentário...